segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Que faremos?

Que faremos com tanto verde enegrecido? O sistema Nacional de saúde tratará gratuitamente os incendiários? E os bombeiros feridos, que tipo de apoio lhes será dado? De que madeira será feito o caixão dos nossos mortos, heróis de uma guerra silênciosa que nos leva o pouco que ainda resta deste país?


Cátia Pereira Dias, de 21 anos, morreu ao final da manhã de quinta-feira  (Imagem da Lusa)




Bernardo Figueiredo, 23 anos, ferido durante o incêndio na Serra do Caramulo na passada quinta-feira, morreu . (Imagem da Lusa)

 
Ana Rita tinha 24 anos Fotografia © Bombeiros Voluntários de Alcabideche

Andaram  a combater o incêndio que encurralou a minha jovem cidade...vi passar a coluna dos Bombeiros, dezenas de viaturas do centro e do sul do país, neste norte interior.

Acenei-lhes com gratidão...no dia seguinte mais uma jovem falecia. Talvez ela me tenha visto acenar, da cadeira da esplanada onde mais confortável que eles, eu tomava uma água fresca. O fogo ceifou-lhes uma data de sonhos...e isso dói-me profundamente.
 
 Este país precisa de castigar os pirómanos de forma exemplar. Não me perguntem de que forma, sou apenas mais uma a opinar sobre o assunto.





  


13 comentários:

  1. Que tristeza ver essas cenas e pior,. se repetem... beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É muito duro ver morrer gente tão jovem por causa da maldade de alguns...
      Beijos

      Eliminar
  2. Adorei teu nome, brilhante> Maria do Sol!!

    Lindo! bjs

    ResponderEliminar
  3. Yo también estoy harto de esta porquería de gente que va apestando y quemando la tierra. No se cual será el castigo ejemplar mejor, pero pienso que estar encerrados de por vida sin poder ver mas que cuatro paredes no estaría mal. Y que les den un chisqueiro por si se quieren plantar fuego a su ropa, que no seré yo quien mande a los bomberos para apagarlo, ni a los médicos para cuidar después sus quemaduras. Los Gallegos estamos mas que asqueados de esto también.

    Un saludo María.
    Siento mucho estos de los incendios y las pérdidas de "vida" y vidas que traen.

    ResponderEliminar
  4. Los piròmanos son verdaderos asesinos. Gran homenaje para estas personas fallecidas.

    un abrazo
    fus

    ResponderEliminar
  5. Nada hay más desolador que ver el monte quemado, la ausencia de vida, ni un trino en las ramas. Pero con todo y eso, la muerte de quienes tratan de sofocarlo, es impagable. Las penas para aquellos que queman, debían de ser proporcionales al daño causado.
    Salu2.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Clama-se por justiça...
      Obrigada por comentares Alfredo.
      Abraços

      Eliminar
  6. De que me vale chorar
    se nem meus gritos ouvem;
    De que me vale morrer
    para que depois me louvem:
    se por interesses alheios
    eu vou estar na fornalha
    de uns quantos que nesta mortalha
    me envolvem; feita de homens feios
    que tragicamente me dissolvem.


    Quanta dor defendida
    numa luta sem tréguas,
    nesta guerra perdida
    de labaredas sem rédeas.

    Homens e mulheres de paz
    que dão as suas vidas inglórias,
    em causa assassina que nos faz
    ter de honrar e viver as suas memórias.

    Aqui deixo, assim a minha singela e sentida homenagem a todos os Bombeiros Portugueses, sobretudo por aqueles que estupidamente perderam a vida.
    Perdem-se assim nesta luta de interesses económicos pais, filhos, irmãos e amigos e chora-se por uma causa que Governo nenhum controla...

    Carlos Alberto

    ResponderEliminar