quarta-feira, 19 de março de 2014

Pai



E tudo em mim é gratidão


E tudo em mim é gratidão
Se em ti, meu pai
Tudo é generosidade
Os gestos desprovidos de vaidade
E o teu modelo
Que me sopra dentro d’alma
E se torna a minha palma
E o meu sangue.
Mas de tudo, meu pai
As tuas mãos, tão bonitas
Na alvura cândida do trabalho
Da perfeição e do talho
De tudo que pudeste criar.
Digam o que disserem, meu pai
Enquanto eu tiver coração
Tudo em mim é gratidão.

22 comentários:

  1. Linda homenagem e temos que ter gratidão sempre por eles! beijos, chica

    ResponderEliminar
  2. Que lindo minha querida, homenagem de coração. Um beijinho.

    ResponderEliminar

  3. E assim os temos e assim guardo a imagem do meu.

    Gostei muito deste teu dizer. Tenho uma lágrima no ecran...

    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. O seu pai tem um ar tão doce...

    Beijinhos para ambos, rrss

    ResponderEliminar
  5. Ainda vivo? Deve sentir muito orgulho na filha.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. Linda homenagem ao seu pai!
    Parabéns,beijinhos.

    ResponderEliminar
  7. É com as lágrimas a caírem que te digo amei ler esta belissima homenagem, assim como gostei de ver o teu pai com um ar tão doce, que o tenhas por muito mais anos.

    O meu partiu muito jovem mas a saudade aumenta a cada dia, a ele devo mito daquilo que sou hoje como mulher.

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  8. Belíssima homenagem.
    Por aqui comemora-se em Junho, à americana :(

    ResponderEliminar
  9. Óptimo poema ;)
    Beijinhos

    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. Tão lindo este momento minha amiga.

    beijinho ao seu lindo pai

    ResponderEliminar
  11. Bom dia, Linda homenagem ao seu pai, o que escreveu revela o amor que sente não só neste dia especial, assim como todo o ano certamente.
    Abraço
    ag

    ResponderEliminar
  12. A los padres hay que respetarlos y quererlos, pero cuando van siendo mayores, hay que besarlos mucho, mucho, mucho.
    Abrazos.

    ResponderEliminar
  13. Há laços imorredouros, plenos de gratidão e ternura...

    Beijo :)

    ResponderEliminar
  14. Lindíssimo poema que traduz o Amor. Parabéns por ele. A gratidão é sentimento arredado do vocabulário de muita gente, infelizmente e aqui reproduzido tem o encanto que o revela.

    ResponderEliminar
  15. Maria do Sol vim te agradecer a presença em minha casinha no meu niver e aproveitei para abrir as suas gavetas e ler um pouquinho de teus belos textos, deixo meu comentário neste porque me tocou profundamente, lembrei-me de meu pai, que nem velho ficou, partiu tão cedo, mas quanta saudade sinto, linda homenagem, beijos Luconi

    ResponderEliminar
  16. ¡Hola, María!!!

    No había pasado por este post, dedicado a tu padre; es un poema profundo abrazado al sentimiento. Siempre son tristes las ausencias, las separaciones de un ser querido. Pero nunca se van del todo, pues quedan muchos recuerdos que perduran en el tiempos y que parece qué están al lado nuestro.

    Ánimo y adelante la vida sigue y disfrútala mientras que eres joven.
    Te dejo un fuerte y sentido abrazo.

    ResponderEliminar
  17. Hermosos sentimientos muy bien escritos. Bello, María do Sol.

    ResponderEliminar